10% DE DESCONTO COM CÓDIGO: VERAO-10
Sem produtos no carrinho.

Pés Saudáveis

O que é afinal o calçado respeitador?
Quais são os principais princípios que o regem e por que motivo se fala agora tanto deste assunto?
São assim tão importantes para as crianças que estão a começar a dar os primeiros passos?
Que impacto têm na saúde dos pés?

Vamos tentar responder a estas e outras questões de forma simples.

Do que precisam os nossos pés?

Para percebermos o que faz do calçado respeitador, temos de saber do que precisam os nossos pés quando estamos a andar e, por muito que o surpreenda, o que os nossos pés precisam é de absolutamente nada. O ideal seria andarmos sempre descalços, tanto durante a fase de aquisição de marcha, como mesmo na idade adulta. Sendo claro que na fase de aquisição de marcha é ainda mais importante, porque os pés se estão a desenvolver.

As vantagens de andar com os pés descalços são várias e estão bem documentadas – desde fortalecer os músculos do pé, a melhorar o desenvolvimento motor e a eficiência do movimento, sem esquecer que até ajuda a reduzir o stress e a melhorar o equilíbrio. Nos mais novos, estudos recentes mostram ainda que ajuda na prevenção de algumas condições ortopédicas, como o pé plano ou o joanetes.

Como não podia deixar de ser, andar descalço também tem as suas desvantagens e para quem vive na cidade é absolutamente impraticável andar sem calçado fora de casa. É aqui que entra o calçado respeitador!

Tem-Tem - Nemo Rosa e Branco

O que é o calçado respeitador?

Como o próprio nome indica, o calçado respeitador é aquele que respeita a saúde dos pés e que, por esse motivo, é desenhado e produzido de forma a interferir o mínimo possível com o movimento normal da marcha, dando a quem o usa a sensação de andar praticamente descalço.

Isto é conseguido através de calçado extremamente flexível, leve como uma pluma, com uma sola fina e sem declive, uma biqueira (toe box) larga, onde os dedos se podem mover livremente, sem contraforte ou qualquer outro reforço e com uma palmilha fina e sem elementos anatómicos. Estes são os 6 princípios fundamentais do calçado Tem-Tem.

Se pensarmos bem, estes princípios deviam ser aplicados a qualquer calçado e é no mínimo estranho que seja preciso definir o calçado que não nos magoa os pés com um nome específico. Está na altura de começarmos um movimento para que o calçado respeitador seja designado apenas por calçado e todos os milhões de pares que são vendidos anualmente e que não são adequados para os nossos pés passem a ser conhecidos como calçado desrespeitador. Juntem-se a nós!
Tem-Tem - Fogg Azul e Branco