Envios e trocas grátis em Portugal Continental
Sem produtos no carrinho.

Características e Benefícios

Desenhados a pensar nos pés das crianças, sem qualquer patologia podológica, que estão a começar a andar ou estão em fase de aquisição de marcha, o calçado respeitador Tem-Tem apresenta 10 características e benefícios fundamentais para os jovens aventureiros que estão a dar os primeiros passos.

Flexibilidade

Desde o design, aos materiais escolhidos, passando inclusive por pormenores como a largura dos velcros, tudo no calçado Tem-Tem é pensado para que este apresente a maior flexibilidade possível, sem comprometer a estrutura. A preocupação com a flexibilidade é importante, porque desta forma garantimos que o calçado não atrapalha os movimentos da marcha e permite a livre atividade de todas as articulações.

Sola fina e sem declive

Os pés das crianças têm mais de 70 mil terminações nervosas que estão constantemente a comunicar com o cérebro. É por esse motivo que andarem descalças ou com sapatos de sola fina e flexível permite ao cérebro recolher muito mais informações, que por sua vez vão fazer com que o cérebro consiga trabalhar melhor para manter a criança equilibrada. Ao mesmo tempo, é importante que a sola tenha a mesma altura em toda a sua extensão, porque qualquer declive altera a forma como os jovens aventureiros aplicam o centro de gravidade ao andar, impedindo um andar natural e a aquisição de competências fundamentais para o desenvolvimento típico da marcha. Nos sapatos Tem-Tem, as solas tem a espessura de 3mm e são completamente flexíveis, porque quanto mais perto os pés das crianças estão do chão, mais elas sentem e melhor andam.

Leves como uma pluma

Se leu até aqui é muito provável que já tenha percebido que o calçado Tem-Tem é extremamente leve, o que permite à sua criança andar praticamente como se estivesse descalça. Pode parecer difícil de acreditar, mas cada par de sapatos Tem-Tem pesa no máximo 150g e não precisa de nem mais um grama.

Sem reforços para ajudar a andar

Ao contrário do que muitas vezes se vê escrito e dito, os nossos pés não precisam de qualquer espécie de apoio quando estamos a aprender a andar. Aliás, o ideal era andarmos sempre descalços. É por isso que o calçado de aquisição de marcha com contraforte, para ajudar a ganhar força no tornozelo, ou estabilizadores laterais, que proporcionam um equilíbrio falso, em nada ajudam a que a sua criança aprenda a andar. Os sapatos Tem-Tem não têm qualquer reforço físico para ajudar as crianças a aprenderem a andar, até porque sabemos perfeitamente que elas chegam lá sozinhas. 😉

Materiais inócuos

Como não podia deixar de ser, a escolha dos materiais para o calçado Tem-Tem foi feita de forma criteriosa. O plástico, presente na sola e na biqueira, não tem ftalatos, uma substância muito comum no plástico e que pode provocar efeitos muito negativos nos seres humanos. Isto significa que os jovens aventureiros podem meter o calçado na boca, ainda que obviamente não seja recomendado. Um dos nossos lemas é, “calçado nos pés, sopinha na boca”. As peles usadas estão isentas de crómio 3 e 6, para além de cumprirem o regulamento REACH da União Europeia, criado com o objetivo de melhorar a proteção da saúde humana e do ambiente face aos riscos que podem ser colocados pelas substâncias químicas.

Forma adaptada ao desenho do pé

Parece incrível o que lhe vamos contar, mas já em 1861 um senhor que dava pelo nome de John C. Plumer tinha percebido que “enquanto os sapatos forem desenhados sem terem nada em comum com os pés, vão, naturalmente, produzir deformações nos pés de quem os usa”. Mais de 150 anos depois, continuamos a usar calçado que é desenhado a pensar apenas no lado estético e que não é de todo adequado aos nossos pés. O calçado Tem-Tem respeita a forma natural do pé, com particular destaque para a biqueira (toe box) larga onde os dedos têm espaço para se moverem livremente, proporcionando ao pé todas as condições para que se desenvolva da forma mais natural possível.

Parte da frente protegida

No que toca ao calçado, não há pior experiência para um pai do que escolher o par que acha mais bonito para a criança e ao fim de dois dias ver que os sapatos estão completamente estragados na biqueira. Esta experiência, que também nos foi comum, levou-nos a proteger a parte da frente do calçado Tem-Tem com um material plástico durável, extremamente flexível, que é mais resistente às brincadeiras e que ainda por cima é fácil de limpar, garantindo uma vida mais longa aos sapatos dos pequenos aventureiros.

Palmilha lisa e sem elementos anatómicos

Se o pé da sua criança for saudável, a palmilha deve ser lisa e sem elementos anatómicos que possam afetar o crescimento natural. A palmilha do nosso calçado tem ainda outra grande vantagem, é extraível e tem marcas que ajudam a perceber se o tamanho está ajustado ao pé da sua criança. Pode parecer um pormenor, mas esta característica é fundamental para perceber com facilidade quando os sapatos estão a ficar demasiado pequenos e é altura de os trocar para não provocar danos aos pés dos jovens aventureiros.

Feitos à mão em Portugal

A longa história da indústria do calçado em Portugal e o reconhecimento que recebe nacional e internacionalmente pela qualidade dos seus produtos, fizeram com que a escolha de produzir o calçado Tem-Tem em Portugal fosse das mais fáceis que tomámos. Produzidos a mão, por artesãos e artesãs com décadas de conhecimento, os sapatos Tem-Tem são feitos com todo o cuidado e carinho que os pés da sua criança merecem.

Crianças felizes

O calçado Tem-Tem é sinónimo de duas coisas: liberdade e confiança. A liberdade para os pequenos aventureiros aprenderem a andar sozinhos, sem ajudas artificiais e reforços que só atrapalham, e a nossa confiança de que com os sapatos Tem-Tem a sua criança vai andar melhor, mais segura e mais feliz. Pés felizes, fazem crianças felizes.